Páginas

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Forbidden Love: Capítulo 16 '' Esse pode ser nosso Adeus''

- Justin ? - perguntei entrando na cozinha. 
- Oi. - ele falou sentando na mesa, que estava cheia de comida. 
- Bom diaa. - falei sentando ao seu lado. 
- Bom dia, princesa. - ele falou me dando um selinho.

- Hoje eu vou ter que ir para casa, amor . - falei e fiz biquinho, peguei um copo e coloquei suco de laranja. 
- Não vai não. - Justin falou comendo uma torrada. 
Eu ri. 
- Vou sim... - falei tomando o suco. 
- Poxa. - ele falou fazendo biquinho, tem coisa mais fofa ? 
Eu ri. 
- Vai tomar só esse suco ? - Justin falou comendo sua terceira torrada. 
- Aham, to gorda. - falei
- Verdade. - ele falou rindo. 
- Idiota. - falei 
- Me ama. 
- Iludido. 
Ele riu. 
- Voce não está gorda amor. - ele falou e eu dei um selinho nele. - Está obesa. 
Dei um tapa em seu braço. 
- Aii. - ele falou passando a mão no local onde eu dei um tapa. 
- Voce mereceu. - falei rindo. 
Peguei o copo que já estava vazio, e lavei. 
Justin continuou comendo, obeso haha. 
Amor, vou fazer minha mala. - falei indo para o seu quarto. 
Peguei todas as minhas roupas de ontem, que estavam jogadas em todo canto do quarto e coloquei na bolsa, procurei em todas as partes a minha roupa. 
Abri o armário do Justin a procura de algo meu, e uma caixa acabou caindo em cima de mim, e caindo fotos do Justin e da Bárbara por todo o quarto. 
Espera. 
Essa era aquela caixa que eu já havia visto antes, ele ainda não jogou fora ? 
Foi quando Justin apareceu no quarto. 
- Justin, porque voce não jogou isso fora ? - perguntei alterada. 
- Não mexa nisso. - Justin falou com calma 
- Voce não jogou isso fora porque, Justin ? - falei ainda mais alterada. 
- Luce... - Justin resmungou. 
- Vamos Justin... Pode falar, eu estou esperando! - falei tentando mostrar calma, mas isso naquele momento parecia impossível.
Isso só pode significar que ele ainda sente alguma coisa por ela, porque tempo é que não faltou para ele se livrar disso. 
O silencio dominou o quarto. 
- Tudo bem... Eu já entendi.- falei com a voz fraca.
- Não Luce... - Justin falou tentando segurar meu braço. 
Peguei minha bolsa e me tranquei no banheiro. 
Troquei de roupa e saí do banheiro, Justin estava encostado na porta.
- Luce, por favor... não é nada disso que voce está pensando! - Justin falou assim que me viu saindo so banheiro. 
Ignorei totalmente ele. 
Ok, talvez eu esteja exagerando um pouco.
Abri a porta para ir embora, mas Justin fechou ela rapidamente. 
- Eu quero ir embora. - falei 
- Eu te levo... 
- Não Justin, eu me viro. - falei 
- Luce por favor... - ele remungou. 
- Me faz um favor, Justin ? Me procura quando voce tiver certeza absoluta que não sente mais nada pela Bárbara, porque eu realmente não vou ficar do seu lado, enquanto voce amar outra mulher também. - cuspi as palavras. 
- Luce, voce acha mesmo que ainda sinto algo por ela ? Pelo amor de Deus! Luce, acredita em mim... Eu te amo! - Justin falou. 
Aquelas palavras mexeram comigo, talvez eu só precise respirar, preciso pensar. 
- Ok Justin, eu acredito em voce... mas deixa eu ir ? Eu preciso respirar, colocar os pensamentos em dia. 
- Tudo bem. - Justin falou e logo depois me deu um beijo na bochecha. 
Saí de lá atormentada com tudo, minha cabeça estava a mil. 
Só de pensar que eu posso perder Justin para ela eu viro outra pessoa, eu falo sem falar. 
Entrei no elevador e percebi que nele estava um homem, muito bonito por sinal. 
- Bom dia. - ele falou assim que eu entrei. 
- Bom dia. - respondi e deu um sorriso fraco. 
- Posso saber o nome da bela moça ? - ele perguntou e eu ri. 
- É Luce (risos) - falei 
- Mora aqui no prédio ?
- Não, meu namo... meu amigo mora! - falei. 
Não me pergunte o porque de eu ter falado amigo, Luce acorda! 
- Ah Bem (risos). 
O elevador chegou no térrio. 
Nos despedimos e eu segui para a rua. 
Nossa, a rua estava cheia de carros. 
Quando fui atravesar a rua, vi o homem do elevador me chamar. 
Virei bruscamente, procurei ele, e não achei nada. 
E foi quando eu percebi que eu estava no meio da rua. 
E vinha um carro em alta velocidade. 
Perto de mim. 
Perto até demais. 

Continua... /Mari

9 comentários:

  1. AHHH MEU DEUS ELA FOI ATROPELADA?O QUE CONTINUAAA LINDAAA /Lets

    ResponderExcluir
  2. AI MEU DEUS jesus cristo .., continua logo

    ResponderExcluir
  3. MISERICORDIA,COITADA kkk eu me alterando,eu em kkkk enfim,continuaa

    ResponderExcluir
  4. jesus amado,sera que ela se machucou?ai deus
    continua

    ResponderExcluir
  5. EITA,ATROPELARAM A POBE KKKKKKKKKKK,eu e mesua ataques ai ai continua

    ResponderExcluir
  6. puuutzz, leitora nova akie..
    CONTINUA MANO, MT DIVA VEI
    Naay-DrewHenderson

    ResponderExcluir
  7. VISITEMMM!!!!!!
    IMAGINE BELIEBER JUST DREM
    http://imaginandobeliebersonha.blogspot.com.br/

    E

    IMAGINE BELIEBER LOVING
    http://imaginebelieberloving.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir