Páginas

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Did You Forget About Us? - capítulo 2


Eu vou deixar pra lá, fingir que esqueci, agir como se não importasse. Afinal, o que é verdadeiro volta. E quem tem que ficar, fica. - Caio Fernando Abreu. 




-C-Chloe? É você? – ele me perguntou como se não acreditasse no que via. Ficando paralisado em minha frente como se não soubesse o que fazer
-Sim Justin, sou eu sim! – eu disse alegremente o abraçando sem exitar.

-En-Entra! – ele disse gaguejando e dando espaço para que eu entrasse.
Sentei-me no sofá e comecei a conversar com ele.



-E então Chloe como era viver lá? Eles te maltratavam muito? – ele perguntou olhando fixamente em mim enquanto a moça que abriu a porta sentou-se ao lado dele colocando o bebê em seu colo.


-Não era bom não, pode ter certeza, se eu não fizesse o que ele mandavam eu apanhava. Eu era encarregada da queima de arquivos.
-Queima de arquivos? Como assim? – Ele perguntou atordoado.
-Era eu quem matava os que já não eram necessários pra eles.
Ele me olhou com um olhar de piedade e me abraçou. Uma lágrima caiu dos meus olhos mais sequei-a rapidamente mudando de assunto.
-E você? Como está sua vida? Como estão o Chaz, Ryan, Caitlin? – Perguntei
-Eles se mudaram para Califórnia. – Ele disse – E eu... Bom, me casei com a Morgan a um ano e meio e agora sou pai desse garotão aqui! – Ele disse puxando a Morgan pra mais perto e depois pegando o bebê no colo com um grande sorriso no rosto. 
Como reagir? É algo que eu gostaria de saber. Eu sabia que ele não me esperaria, que iria namorar com outras garotas, se apaixonar talvez... Mas casar? Eu não estava pronta para escutar isso dele. Escutar que ele havia casado, a não ser que sua esposa fosse eu.
-Nossa! Que legal Justin. Parabéns pra vocês viu? Qual o nome desse garotão? – Eu disse fingindo entusiasmo. Fingi o quanto pude, pois se ele estava feliz, eu também deveria estar. Afinal, eu o amo e quero sua fecilidade, mesmo que custe a minha. Se Justin não me conhecesse ele teria acreditado que eu estava mesmo entusiasmada com seu casamento.
-O nome dele é Derek – Ele disse sorridente. Derek, o nome que sempre prometemos dar pros nossos filhos quando ele tocava no assunto de nos casarmos.



-e quando nos casarmos? Quais nomes vamos dar para os nossos filhos? – ele disse me olhando assim que parou o carro.
-Casamento Justin?Não acha que somos muito jovens para isso? – eu o perguntei.
- Sinceramente? Não!Você sabe que amor não tem idade, e que quando encontramos alguém que amamos e nos corresponde temos que prende-la conosco pra sempre! – ele disse me abraçando apertado.
 -Justin! Você está me esmagando!
-Mas e os nomes mesmo? Quais você gosta pra menino?
-Gosto de Justin – eu o respondi
- Colocar o nome do pai nos filhos é brega! – ele disse fazendo careta, e que careta fofa!
-Então pode ser Derek! Pronto. Gosto de Derek! – eu o disse.
- Então vai ser Derek! O Nome do nosso primeiro filho.
-Primeiro? Vai ter segundo?- eu o perguntei.
-Por mim teríamos 5 mas acho que você iria ter que me matar pra alimentar todos eles!
-Ok Justin, vamos mudar de assunto, ainda é cedo pra pensar em filhos – eu o disse.
-Se você quiser podemos fazer um hoje pra testar. – Ele disse fazendo cara de safado, e se aproximando.



-Posso pega-lo no colo? – eu o perguntei estendendo os braços em direção ao Derek.
-Claro! – ele disse me entregando o bebê.
Posso dizer que ele era a cara do pai? Pois ele era, tinha os mesmos olhos cor de mel, tinha um projeto de cabelo na sua cabeça que tinha fios castanho claro, assim como do pai.
-Oi coisa linda! Tudo bem? – eu disse para o Derek o balançando.



[...]

E assim passamos a tarde, conheci mais a Morgan e percebi que ela é madura e muito legal, acho que já sei o porque do Justin tê-la escolhido, ela tinha tudo que eu não tinha, maturidade. Algo que eu consegui aos poucos na convivência na Colômbia. Lanchamos sanduíches feitos pelo chefe de cozinha Mr. Bieber e confessando, ele aprendeu a fazer um sanduíche descente, antes, ele não sabia nem fazer gelo.



-Ér... Justin, eu posso ficar aqui por uns meses? – Eu perguntei tentando decifrar sua expressão e de Morgan. – Eu sei que é pedir demais mais eu não tenho pra onde ir e os nossos outros amigos se mudaram. Não se preocupe, assim que eu arranjar onde morar eu vazo daqui viu?
-CLARO CHLOE! PODE FICAR O QUANTO QUISER! –ele disse animado – afinal, sempre fomos melhores amigos certo? Amigos são pra essas coisas, pra ajudar e acolher – Ele disse me abraçando.
-Ok Justin, eu já entendi! E você Morgan? Você deixa eu ficar aqui por uns tempos? – Eu a perguntei me soltando do abraço do Justin.
-Claro Chloe! Se é amiga do Justin, também é minha amiga – Ela disse sorridente. Por mais que eu quisesse gostar dela, por sua simpatia, eu não conseguia. Ela havia me tirado tudo que me restou. Meu namorado e melhor amigo, e agora tudo que sobrava era rancor de uma garota que eu havia acabado de conhecer...


[...]



Já havia amanhecido eu acordei, ontem a noite, Justin arrumou um quarto de hóspedes da sua casa para eu me estabilizar. O quarto não era grande mas em compensação tinha um banheiro. Não dormi muito, tive vários sonhos com meus pais. Lembrando disso, tenho que ver se eles ja foram enterrados e onde estão. Levantei-me e fui fazer minha higiene, assim q desci encontrei Morgan fazendo o café da manhã.

-Bom dia! -ela disse sorrindo para mim enquanto coava o café.
-Bom dia Morgan -Eu disse coçando os olhos que insistiam em fechar - Que horas são?
-São 7:30.
-O Justin já foi trabalhar? -Perguntei tentando demonstrar pouco interesse.
-Não, hoje é feriado. Ele deve estar no 15º sono, ele dorme o dia inteiro se deixar.

Eu sei, quando ele dormia lá em casa eu pegava um balde d'água e jogava na cara dele, ele acordava bufando de raiva mas 10 minutos depois estava me beijando dizendo que me ama e me perdoa. Se acha demais ¬¬

-Você acha que ele vai acordar que horas? - Perguntei.
- Não sei. Você pode acordar ele pra mim? Vou deixar o Derek na casa dos meus pais, havia combinado com eles.
-Claro! - Disse para ela enquanto passava para a área de serviço - Onde tem um balde?
-Tem perto da secadora, por que?
-Vou acorda-lo como nos velhos tempos... - Disse com um sorriso estampado no rosto.
-Imagino como! Depois limpa a bagunça ok?
-Claro! Ele vai arrumar tudinho!



[...]

-ACORDA VAGABUNDO!!! -gritei jogando a água do balde nele.
-VADIA! POR QUE VOCÊ FEZ ISSO! HOJE É FERIADO! - Ele disse gritando um com um olhar de raiva. Acho que se ele tivesse uma faca, ele a usaria contra mim.
-ORA VEJA! PESSOAS ADULTAS COM RESPONSABILIDADE ACORDAM CEDO! - eu disse em pé, em frente a cama com a mão na cintura - Afinal, quem cedo madruga Deus ajuda - Eu disse dando uma piscadinha de lado.
- PESSOAS ADULTAS COM CARÁTER NÃO JOGAM ÁGUA NAS OUTRAS AS 7:00 DA MADRUGADA!
-Normalidade nunca foi meu forte e você sabe disso. Madrugada?? senhor! já são 7:30! - Eu disse rindo e empurrando ele da cama.
-Você que dizia que quem acorda antes das 9:00 nas acordava de manhã e sim de madrugada!
-Sei, sei, agora vai tomar banho pulguento! -Empurrei  ele pro box.
-Eu não! quem vai tomar banho é você! - ele disse me puxando para o box e ligando o chuveiro, me fazendo ficar encharcada.

Minha roupa ficou colada e se eu fosse boba, não teria visto que tava rolando um clima.
-Érr... Justin, toma logo a porra do banho! - eu disse saindo do box e pegando um toalha para me secar e saindo do quarto.



CONTINUA...
 +3 COMENTÁRIOS??
PFVR GENTE!! COMENTEM!! /@MyMrBieber


respondendo comentários:

Cansei de ser Vaiada - Obrigada :) Não anjo, não é IBH, não tenho criatividade pra isso! kkk' 

Katheleen Cristine - Obrigada anjo :)

Beatriz Lima - Obrigada anjo :)









4 comentários:

  1. Denadaaaa Amooor Maiis Continuaa Ta Muiitoo Peerfeiitoo To Amandoo Essaa IB Ta Maravilhosaaa Continuaaa

    ResponderExcluir
  2. Awn amei essa ib!Continua logo linda :D botei a IB lá na lista de blogs ok?

    ResponderExcluir