Páginas

terça-feira, 12 de março de 2013

Forbidden Love: Capítulo 1



Luce P.O.V
-Mais uma dose de Vodka, por favor. -falei, o barman me olhava estranho, parece que não conseguia acreditar que eu tinha 18 anos, e eu podia beber o que eu quiser. Já era a terceira dose, mas não importa, eu sou forte para bebidas. 
-Calma ae, amiga!- Jenny falou bebendo o seu primeiro copo, depois desse ela já iria ficar fora de si, conheço minha melhor amiga. 
-A sua Vodka- O barman disse,e deu um sorriso fraco, porém lindo. 
Virei o copo, assim que ele me entregou. 
- Voce já viu aquele gato que está sentado ali ?- ela falou e apontou para um cara de cabelos cor de ouro, dono dos olhos mais bonitos que eu já ví, confesso que ele era realmente um gato.Depois eu percebi que todas as meninas daquele bar estavam dando em cima dele, mais ele parecia não se importar com nenhuma. Isso me fez rir, eu não estava dando em cima dele, eu nem conheço o cara. 
- É, ele até que é bonito. -menti, aquele cara é um DEUS grego. 
-Fala sério amiga, as vezes eu acho que voce é lesbica.- Jenny falou, já vai começar o efeito da sua única dose de Vodka, ela vai começar a falar besteira.
 - Eu não sou lesbica! É voce que dá mole para um monte de homem, e olha que voce tem namorado.- sim, ela tem namorado, ela parece amar ele, mas Jenny não é o tipo de menina que se entrega toda para um romance. 
- I daí ? Olhar não tira pedaço, amiga.- ela falou, mas eu nem dei bola, eu virei para olhar mais uma vez aquele cara, nossos olhos se encontraram, os olhos dele eram hipnotizantes, fiquei uns 3 segundos encarando ele, mais logo desviei o olhar. 
- Vou no banheiro. - Jenny falou já se levantando e indo em direção ao banheiro. 
Hoje eu vou ter que dormir na casa da Jenny, a velha rabugenta vai implicar se eu for pra casa com cheiro de álcool. Para quem não sabe, a velha rabugente é o que minha irmã chama de avó. Ela não é muito minha fã, quando os meus pais sofreram o acidente de carro eles estavam indo me buscar na escola, e ela acha que foi minha culpa, quando eu era pequena ela conseguia encher minha cabeça, me fazendo acreditar que foi mesmo minha culpa, mas aí eu cresci e percebi que ela é uma cobra. 
- Oi, posso sentar aqui com voce ? - o cara de cabelos loiros e olhos lindos falou, eu quase caí da cadeira, eu olhei em volta para ver se ele tava falando comigo, e ele tava. 
- Oi, claro, senta aí - eu falei e dei um sorriso fraco. 
- Prazer, me chamo Justin - ele falou e deu um sorriso, e que sorriso. 
-Prazer, eu sou Luce - dei um sorriso fraco, eu dei uma olhada pelo salão, e vi que todas as meninas estavam com uma cara nada boa, em ver ele indo falar comigo. HAHA MORRAM DE INVEJA! O GOSTOSÃO VEIO FALAR COMIGO. 
- Não quero ser grossa, mas porque voce veio falar comigo ? - eu falei, eu sei que falei besteira, mas eu não me aguentei, precisava saber. 
- Como assim ? - ele falou rindo. 
- É que tipo, TODAS as meninas desse bar estavam te dando mole (risos)- eu falei. 
-Menos a que eu queria que desse (risos) - Ele falou, é ele estava falando de mim, eu era a única que não estava dando em cima dele. 
- Tá falando de mim (risos) ? - falei 
- Tem mais outra menina aqui que não estava me dando mole ? - ele falou, e eu ri, que convencido HAHA. 
- Tem não (risos)- falei 
- Então eu acho que estava falando de voce (risos)- ele falou 
- Eu não dou mole para um cara que eu não conheço (risos)- falei 
- Eu tenho cara de sequestrador ? - ele falou 
- Não- falei e logo soltei uma gargalhada. 
- De estrupador (risos) ? - ele falou rindo. 
-Mais ou Menos (risos)- falei, eu tava brincando, ele é muito lindo para ser um sequestrador maluco ou um estrupador. 
- O que ? (risos) Eu não tenho cara de estrupador! - ele falou rindo, eu tava conversando com ele fazia 5 minutos, e parece que a gente se conhece a 5 anos, ele é muito divertido, fazia tempo que eu não encontrava uma pessoas assim, tão divertida. 
- Vc tem razão (risos) eu tava brincando. - falei 
- Eita que a conversa tá é boa! - Jenny falou se sentando na cadeira do meu outro lado, o efeito da sua única dose de Vodka tá fazendo efeito. Eu não vou ficar aqui muito tempo, a Jenny bebada vai me fazer passar mais vergonha hoje do que eu já passei a minha vida inteira. 
- Sua amiga? (risos) - Justin falou olhando diretamente para mim. 
-Melhor amiga.- Jenny falou estendendo a mão para que ele apertasse, ele logo apertou a mesma. 
- É minha melhor amiga bebada (risos)! - falei e logo ele riu. 
- Sabia que a Luce é lesbica ? -Jenny falou toda enrolada, essa vaca me paga! Eu mereço uma bebada mentirosa. 
- Não sou não! - eu falei 
Justin apenas ficava rindo, a gente trocava olhares toda hora. 
- Temos que ir Jenny... -  eu falei, preciso tirar Jenny daqui. 
-Não temos não... -Jenny falou
- Temos sim...- falei levantando e puxando Jenny comigo 
- Mas e o gostosão ?- Jenny falou e apontou para o Justin, que logo riu, eu concerteza fiquei vermelha de vergonha. 
- Tchau Justin, foi bom te conhecer, qualquer dia a gente se encontra outra vez - dei um riso fraco. 
Justin levantou e sussurou no meu ouvido: '' Não suma'', logo depois beijou minha bochecha e colocou alguma coisa no meu bolso traseiro. Ele se despediu de Jenny e depois eu saí puxando ela para fora do bar, entrando logo no carro dela. 
- Hoje eu vou dormir na sua casa!- afirmei 
- Obaa, não tem ninguém em casa mesmo...- Jenny falou e logo depois se encostou no banco, ela iria dormir. 
Peguei o bilhete que ele havia colocado no meu bolso...era o número dele HAHAHA. 
                                             (...) 
- Luce, ACORDA! - eu ouvi uma voz enjoada...ah é da Jenny, essa menina perdeu o medo de morrer ? 
- Tu perdeu o medo de morrer, minha filha ? - eu falei me sentando na cama, ela conseguiu o que queria, me acordar. 
- A gente tem escola, lembra ? - Jenny falou se levantando da cama e indo correndo em direção ao banheiro dela. Merda! eu esqueci que hoje tinha escola! Vai começar tudo de novo... novos professores rabugentos, novas regras que eu vou quebrar, novas vadias me enchendo o saco. 
Levantei da cama e fui em direção ao outro banheiro, me banhei, e logo depois me vesti. 
- Ta pronta ?, a gente já ta atrasada!- Jenny falou entrando no quarto, e pegando sua bolsa. 
- Aham.- falei, peguei minha bolsa e fui para o carro, logo depois Jenny entrou no mesmo. 
Eu fui até a escola em alta velocidade, quando chegamos faltava
2 minutos para os portões se fecharem. 

- CORRE, AINDA FALTAM 2 MINUTOS! - falei, eu e Jenny corremos até a sala de aula, o novo professor de matemática provavelmente já tinha chegado, quando chegamos na sala, nós entramos, eu não olhei para ninguém, tava morta de vergonha. 
- PERAI... AQUELE NÃO É O GOSTOSÃO DO BAR ? - Jenny falou em um sussuro, mais foi um sussuro escandaloso. 
Me virei para confirmar que ele estava ficando louca... MEU DEUS! É ELE MESMO! O JUSTIN É O MEU PROFESSOR DE MATEMÁTICA ? 


+ 5 comentários ? O cap foi grande, acho que merece u.u

OOOOOi shawtys da minha vida <3 Tudo bem com vcs ? Capítulo grande né ? Assim que vai ser TODO dia se vcs comentarem BASTANTE AHUSAUAAU! Então...estão gostando da nova IB ? COMENTEM PFV, EU PRECISO SABER SE VCS ESTÃO GOSTANDO! Boa noite :) Sonhem comigo kkkkkkkkkkkkkkk brincadeira, se vcs sonhassem comigo vcs teriam pesadelo!/Mari /Twitter: @bebelieberever

7 comentários:

  1. Adoreio 1º cap. mari,perfeito

    ResponderExcluir
  2. ib tem tudo pra ser perfeita,parabéns

    ResponderExcluir
  3. gostei da sua ib,#2º capitulo

    ResponderExcluir
  4. Sua ib tem tudo pra ser perfeita,gostei muito

    ResponderExcluir
  5. Amiigaa AMEIII Tudo a Sinopse o Primeiirooo Capiituloo tudoo Desculpaa pelaa Demoraa Maiiis V c Sempre Surpreendendoo Neer Contiinuaaa

    ResponderExcluir